Prova de Conceito (PoC) para Soluções Fiscais: por que é importante solicitar?

por | 29/07/2022 | FISCAL

Quando se trata de investimentos em projetos de tecnologia e soluções, para escolher corretamente, é preciso ir com calma. Pois, para garantir que todos os requisitos de funcionalidade e performance estejam endereçados e ainda alcançar um ótimo custo x benefício, como é a caso de uma solução fiscal especialista integrada com o seu ERP de classe mundial como Oracle, SAP, Infor, Netsuite ou Sistema Legado, nenhuma empresa pode fechar negócio sem antes ter certeza sobre a qualidade e a eficiência da ferramenta. Para tornar essa avaliação efetiva, existe a fase do PoC. 

A PoC vem ajudar gestores e empresas a calcularem e analisarem a viabilidade de um projeto tecnológico. Seguindo a aplicação do Poc, encontra-se o resultado mais adequado à realidade da empresa. 

Para ajudar você mais ainda, nesse momento importante de decisão, preparemos este artigo explicando o conceito do PoC e como você deve seguir na avaliação de uma futura solução fiscal para a sua empresa. Confira. 

Boa leitura! 

O que é PoC (Proof of Concept)? 

PoC é um conceito demonstrativo que visa comprovar a viabilidade de um determinado projeto ou ideia. Ele pode ser usado para testar uma nova tecnologia, processo ou aplicação antes de investir tempo ou dinheiro em uma versão mais ampla ou completa. 

Mas não só isso, ele também permite que os usuários testem o equipamento ou os softwares a serem adquiridos. Ao final do processo, é repassado um feedback para o aprimoramento da plataforma, antes mesmo que essa seja implementada em definitivo. 

Um conceito interessante e recomendado para empresas que estão em fase de transformação digital ou em mudança de um software de alto padrão. O objetivo é tornar essa mudança, migração ou expansão com mais credibilidade e assertividade.

Um exemplo atual e prático de uso são empresas que estão migrando de soluções on premisses para cloud (em nuvem). Embora esse seja um tema amplamente discutido, ainda gera insegurança para muitos gestores de empresas que estão liderando esse movimento.

Em suma, o Proof of Concept ajuda você a entender até que ponto o novo software ou tecnologia especializada está adequada às necessidades e realidade da sua empresa. Assim, você consegue focar naquele que realmente preenche os requisitos certos e não perde tempo com as demais opções. 

Como realizar um PoC corretamente? 

Para analisar o investimento em nova tecnologia e seguir um caminho de inovação inteligente para sua a empresa, você deve contar com parcerias profissionais. Isso porque, um consultor especializado é capaz de avaliar consegue efetivamente comparar uma solução com a outra e permite compreender melhor o real valor de cada tecnologia apresentada.

No entanto, é importante sempre ter em mente o desenho do seu projeto, alinhando os objetivos a serem atingidos com todos os diferenciais que a nova solução oferece. 

Não se esqueça que ferramentas digitais devem, por prioridade, facilitar o dia a dia dos colaboradores – sem criar barreiras, como sistemas complexos e de difícil configuração e integração. Ou seja, durante o PoC você deve testar a eficiência da solução técnica e o quanto ela entrega a otimização prometida para a equipe em questão. 

No fim, se a solução cumprir as promessas, se atender à demanda e entregar experiência correta para os seus colaboradores, a seleção do software fica muito mais simples. 

A importância de saber avaliar uma solução fiscal a partir de uma POC (Prova de Conceito)

É claro que todo processo dentro da PoC é importante para você acertar na escolha da melhor tecnologia para a sua empresa. 

Porém, quando falamos de soluções fiscais especialistas e ferramentas capazes de transformar por completo um setor ou a sua empresa, é preciso ir além dos conceitos convencionais. 

Por exemplo, na hora de comparar os softwares fiscais, é necessário fazer uma equivalência real entre todas as soluções apresentadas. Não adianta focar no processo ou em uma funcionalidade específica se todo o resto difere. 

Trazendo para uma linguagem mais comum: você não pode comparar uma laranja com uma banana. Os dois alimentos são frutas, mas o resultado final sempre será discrepante. Não há equivalência entre os dois. 

Por isso, vale uma visão mais ampla ao escolher sua próxima solução fiscal. No fim, aquela que lhe renderá o melhor resultado será a que tem melhor valor agregado e não o menor preço. 

Enfim, na hora da decisão é de extrema importância considerar a fase da POC. É um investimento que pode fazer total diferença lá na frente! Mas, não se limite aos conceitos básicos para bater o martelo. 

Se você é da área de negócios ou é da área de TI, mas está apoiando sua área fiscal, por exemplo, pense que o equilíbrio fiscal é algo essencial para o sucesso da sua empresa, e apenas uma solução especialista com alto valor agregado pode levar o seu negócio até esse cenário. Afinal, preço é diferente de valor!

Gostou do artigo? Continue no nosso blog e entenda agora como a Compliance Soluções foi eleita 3 vezes consecutivas a melhor parceira ISV da Oracle.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.