BPO Fiscal: afinal, como ele otimiza a produtividade da gestão fiscal?

por | 12/11/2021 | BPO

Com um mercado cada vez mais competitivo e exigente e um governo mais fiscalizador, é grande o número de empresas que recorre a serviços como o BPO Fiscal. Um tipo de estratégia que além de ser bastante eficaz, ajuda na diminuição de custos.

Se a sua empresa precisa focar cada vez mais no core business para não perder espaço no mercado, mas não pode sequer pensar em desequilíbrio tributário, o BPO Fiscal é a melhor solução, pois permite que você direcione tempo e foco na melhoria dos produtos e serviços.

Para você que ainda tem dúvidas sobre o funcionamento e os benefícios do BPO Fiscal, preparamos este artigo completo sobre o assunto.

Boa leitura!

O que é o BPO Fiscal?

A sigla BPO (Business Process Outsourcing) significa Terceirização de Processos de Negócios em sua tradução literal. É um modus operandi onde a sua empresa contrata uma especialista ou solução tecnológica completa para executar processos do setor Fiscal.

No entanto, não é como uma terceirização convencional, onde há uma contratação de um parceiro aleatório. No BPO Fiscal o serviço é específico e executado de forma altamente técnico e direto.

<<<Leia também: BPO: o que significa e quais as vantagens para a sua empresa?

Como ele pode otimizar a gestão do setor fiscal?

A área fiscal tem muitas particularidades, e é preciso muita atenção, pois um descuido pode gerar multas pesadas. Por isso, o BPO Fiscal é uma solução segura para as grandes empresas, pois ele é capaz de simplificar e integrar processos.

Executando processos que antes demoravam horas e que demandavam grande atenção da sua equipe Fiscal em termos de produção e revisão, o BPO consegue trazer benefícios únicos para a sua empresa. Por exemplo:

  • Redução de gastos com contratações;
  • Maior produtividade das equipes;
  • Redução de gastos com multas;
  • Maior foco no core business;
  • Conformidade tributária;
  • Diminuição de falhas.

<<<Confira também: BPO Fiscal: 5 excelentes motivos para contratar agora!

Como ficam as obrigações acessórias, se a minha empresa contratar um BPO Fiscal?

Alguns dos processos que mais preocupam qualquer gestor Fiscal são as obrigações acessórias, atividades que não podem ser negligenciadas e nem perdidas de vista durante o ano.

Porém, ao mesmo tempo em que são muito importantes, as obrigações acessórias são complexas e burocráticas, despertando preocupação nas equipes do setor.

Um bom exemplo é o EFD-Reinf, que constantemente traz novidades e desafios para os setores Fiscais e Tributários das grandes empresas.

A novidade atual é o Registro 4000, uma nova série de informações em bloco da EFD-Reinf baseadas em retenções na fonte sobre os pagamentos efetuados a pessoas jurídicas e físicas, ou seja:

  • PIS/PASEP;
  • COFINS;
  • CSLL;
  • IR.

Segundo informações repassadas pela Receita Federal, os prazos previstos para as implantações do Registro 4000 são:

  • a partir de julho/2021: especificação do leiaute;
  • até setembro/2021: publicação do leiaute;
  • a partir de janeiro/2022: produção restrita (ambiente de testes);
  • a partir março/2022: início da versão 2.0 (ambiente de produção).

Sendo assim, a conformidade com o Registro 4000 é um ótimo exemplo de como o BPO Fiscal é capaz de resolver a vida da sua empresa em relação às obrigações acessórias.

Em razão do prazo bem próximo, muitas empresas apresentam dificuldade para entregar as informações corretas, correndo o risco de multas e sanções.

Porém, com o BPO Fiscal tudo muda. O serviço especialista está sempre atualizado de acordo com as exigências de EFD-Reinf e consegue garantir um repasse tranquilo e dentro do prazo.

Conclusão

Enfim, com a adoção de um BPO Fiscal o impacto de mudanças repentinas é muito menor. Contar com tecnologia especialista permite que você esteja sempre em conformidade e sem precisar investir em saídas mirabolantes e pouco eficazes. Mais do que nunca, é preciso ser estratégico e direto.

Não corra riscos, garanta a conformidade tributária com o BPO Fiscal e faça uma entrega completa da EDF-Reinf. Acesse e saiba como podemos ajudar.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.