Gestão de benefícios corporativos: qual a sua relevância e por que otimizar?

por | 20/08/2021 | HCM

Melhorar o ambiente de trabalho e aumentar o entusiasmo da equipe é a forma mais inteligente de expandir os resultados da sua empresa. Afinal, com colaboradores mais engajados, a tendência é de uma rotina com muito mais qualidade. Mas, para isso, a implementação de uma gestão de benefícios se faz fundamental.

Esse é o tipo de trabalho específico para o RH e Departamento Pessoal, que precisam buscar formas de criar linhas de benefícios para todos os colaboradores a fim de que todos se sintam prestigiados pela empresa.

Quer entender mais sobre o assunto? A seguir, discutiremos mais sobre a gestão de benefícios corporativa e mostraremos como a utilização de uma solução de Capital Humano é importante dentro dessa estratégia. Continue com a gente e confira.

Boa leitura!

O que é a gestão de benefícios corporativa?

Como o nome pressupõe, a gestão de benefícios é uma estratégia dentro do mercado corporativo que visa proporcionar aos trabalhadores das empresas remunerações que vão além da questão financeira pura e simples.

Embora aumentos de salários e bonificações sejam interessantes, o objetivo da gestão de benefícios é fazer com que o funcionário se sinta motivado durante todo o mês, se engajando no trabalho em equipe e trazendo bons resultados para o negócio.

Qual a relevância para a empresa?

Os colaboradores são os pontos-centrais de qualquer organização. Eles são responsáveis por alcançar as metas traçadas e garantir o lucro, porém, caso não estejam devidamente engajados, eles também podem levar o negócio ao prejuízo total.

A partir desta visão fica claro o quanto uma gestão de benefícios é importante para a sua empresa. A lealdade da sua equipe de trabalho deve ser vista como um suporte administrativo, um fator capaz de definir o sucesso ou o fracasso da sua marca.

Apontar simplesmente que a realização do trabalho é uma obrigação do colaborador não costuma ser a melhor forma de engajamento. Até porque, até o profissional mais motivado pode perder o foco por causa de divergências internas, problemas pessoais ou mesmo pela própria rotina.

A gestão de benefícios entra justamente para impedir a queda de motivação diária, encontrando meios para elevar a moral do colaborador e garantir o crescimento do negócio.

Gestão de benefícios: quais as suas vantagens?

Como você pode ver até agora, essa estratégia é altamente positiva para empresa e funcionários, assegurando alta produtividade continuamente. Mas, as vantagens não se restringem à questão emocional, elas vão muito mais além.

Quando a gestão de benefícios é bem aplicada, o impacto é diretamente nos números da empresa. Não obstante, ao mesmo tempo em que você consegue melhorar a parte financeira, também aumentar a credibilidade da marca. Podemos destacar como principais vantagens:

  • Aumento da produtividade e alcance de metas;
  • Otimização do clima organizacional;
  • Redução de absenteísmo e atrasos;
  • Crescimento de mercado;
  • Retenção de talentos.

Qual o papel da tecnologia na gestão de benefícios?

Logicamente, todas as vantagens citadas até aqui com a gestão de benefícios só são possíveis quando você aplica a estratégia de maneira correta. Sem uma execução clara e inteligente, a iniciativa tende a ser apenas algo aleatório.

Uma das formas de obter sucesso é utilizando a tecnologia como apoio principal. Diversas ferramentas voltadas para a otimização de processos do RH e DP apresentam funcionalidades que realmente fazem diferença nesse sentido.

Um grande exemplo de tecnologia eficiente é a software de Capital Humano especialista, uma ferramenta que possibilita processos como:

  • Desconto e Compra de Benefício Automático;
  • Automatização da gestão de benefícios.

Como otimizar a gestão de benefícios?

Além de contar com uma solução HCM capaz de oferecer as facilidades citadas, a otimização da gestão de benefícios passa muito pelas seguintes questões:

  • Investimento em reconhecimentos e recompensas;
  • Consideração de novos perfis de colaboradores;
  • Definição de regras para premiações;
  • Análise de todas as necessidades;
  • Avaliação de custo-benefício.

Enfim, tanto profissionais internos quanto externos estão em busca de desafios que os motivem diariamente. Com uma gestão de benefícios bem desenvolvida você é capaz não só de oferecer esses grandes desafios, como também manter a motivação sempre alta durante as rotinas de trabalho. Então, analise as dicas apresentadas e saiba valorizar e reter os seus melhores talentos.

Gostou do artigo? Marque uma reunião com dos nossos especialistas para conhecer a melhor solução de Capital Humano do mercado!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.