Solução fiscal especialista para ERPs mundiais: o que fazer se o seu software for descontinuado?

por | 25/03/2022 | FISCAL

Não é de agora que os especialistas afirmam que o processo de evolução tecnológico é algo ininterrupto. De fato, a cada ano são lançadas inovações que tornam as ferramentas atuais cada vez mais obsoletas. Vejamos o exemplo da solução fiscal especialista em nuvem, que hoje já substitui por completo os softwares globais no modelo on-premise.

Isso significa que muitos modelos on-premise dos ERPs de classe mundial já estão passando pelo processo de descontinuação, ou seja, logo já não receberão atualizações e suporte dos seus fornecedores. Algo normal dentro da evolução tecnológica, mas que demanda grande atenção por parte dos gestores fiscais.

É exatamente sobre este processo que falaremos hoje, além de mostrar como você pode se preparar para manter a sua empresa em conformidade. Confira.

Boa leitura!

Como funciona o processo de descontinuidade de um software de classe de mundial?

Quando falamos em processo de descontinuidade de um ERP de classe mundial, estamos nos referindo a uma data fim em que o software deixará de receber o aporte do fornecedor em relação a atualizações e funcionalidades.

O processo se inicia a partir do anúncio da data fim, momento em que as atualizações param de ser feitas e o ERP só é contemplado com suportes e correções obrigatórias por lei. Basicamente, não são mais geradas para o modelo descontinuado:

  • novas Funcionalidades;
  • ampliação do Escopo;
  • melhorias.

Isso acontece, principalmente, pois o software já não atende mais as necessidades-fim dos clientes e não são mais capazes de fazer frente às inovações tecnológicas que surgem diariamente no mercado.

Qual o impacto da descontinuidade para o seu Setor Fiscal?

O fato é que quando um software entra em descontinuidade, dificilmente há uma reversão de cenário. Isso significa que, em pouco tempo, o setor Fiscal da sua empresa será completamente impactado.

Basicamente, ele perderá todo suporte em termos de atualizações e adequações às obrigatoriedades fiscais, colocando em risco o equilíbrio tributário de toda empresa. Em resumo, a produtividade fiscal chegará a uma taxa muito preocupante.

Como uma solução fiscal especialista pode resolver?

A boa notícia ante a toda essa situação é que, com a estratégia correta, você pode mudar completamente o jogo. Neste caso, basta investir na implementação de uma solução fiscal especialista, completa e atualizada com as demandas atuais.

Com as plataformas tributárias do governo se modernizando continuamente, você precisa contar com um software que lhe traga a segurança de conformidade. E a solução fiscal especialista lhe oferece exatamente essa tranquilidade através de diferenciais como:

  • solução Fiscal e Mensageria em uma única Área de Trabalho;
  • único Banco de Dados;
  • 100% Java;
  • full Web.

Qual é o papel do gestor de TI no momento da escolha da solução fiscal especialista?

Melhor do que qualquer outro profissional, o gestor de TI sabe bem o quanto uma descontinuidade de software pode ser impactante para a empresa como um todo.

Além de deixar outros setores “na mão” em termos de produtividade, esse cenário acaba trazendo uma responsabilidade para a TI, que fica na obrigação de “fazer milagre” quando a empresa insiste em utilizar o software que já teve o ciclo de vida vencido.

Nesse sentido, cabe a ele trabalhar para garantir que a situação não chegue a este ponto, se precavendo e buscando no mercado uma solução fiscal especialista condizente com as necessidades da empresa.

Enfim, com a evolução tecnológica acontecendo cada vez mais rápido, o risco de descontinuidade de ERPs de padrão global é grande para muitas empresas. Não deixe o seu setor Fiscal na mão, trabalhe junto ao setor de TI e implemente uma solução fiscal especialista atualizada e alinhada com todas as obrigatoriedades acessórias da sua empresa.

Gostou do artigo? Quer contar com uma solução fiscal especialista e 100% web hoje mesmo? Então, acesse e fale com um dos nossos especialistas.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.